amizade em preto e branco

Conheço pessoas que só reclamam. De tudo. Da vida, do trabalho, da falta dele, do governo, do Papa, do Dalai Lama, do futebol. Reclamões profissionais.

Olha, acho que tudo tem limites, inclusive amizade. Sim, amizade. Porque amigo não é obrigado a aguentar tudo e todos, não senhor. Cansa. Principalmente se o outro fica abusando sabe? Liga quando está com problema, fala sempre sempre sempre do mesmo assunto e mesma coisa, não desenrola a vida e (parece que) quer empacar a sua. Não. Não dá. Uma vez me questionei se eu era a errada por evitar estas pessoas, e aprendi que não. Fazemos até onde dá, mas se começamos a sofrer ou nos agredir por conta de outros algo está muito errado.

Tenho amigos sim, mas para mim estes são diferente de colegas e conhecidos. Tudo escalonadinho. E acho que se chegou no nível “amizade” da coisa, algumas liberdades podem ser tomadas. Como por exemplo falar para a pessoa “você está chato”. Amizade permite isto, e se for real a pessoa pode até ficar puta da vida na hora, mas depois ela agradece. É meio que como avisar que você está com dente sujo: na hora você quer morrer de vergonha,  mas ainda bem que foi um amigo que te alertou né?

Aprendi na vida que temos amigos que são para balada, para as horas difíceis, do bate-papo no bar, virtuais. Alguns ocupam mais de uma carapuça, e que bom isto. Agora, o que não dá é alguém se aproveitar da situação para ficar bem às custas do outro ficar mal. Isto não é amizade, é vampirismo. E ocorre frequentemente se não nos cuidarmos. Repare nisto…

Tenho andado meio egoísta. Preciso fazer isto. Pensar em mim. “Umbigocentrismo” em alto grau. Porque a vida voa, e a gente fica plantada no ponto de ônibus se não tomar cuidado, sempre dando nosso lugar para alguém em piores condições.

Você precisa desabafar? Te dou o telefone da Tiarinha, profissional competentíssima. Você precisa chorar as pitangas? Estarei lá, mas não eternamente. Você quer cuspir marimbondos? Sinto muito, sou a pessoa errada. Você querer brigar não significa que eu sou obrigada a querer também. Geralmente saio andando sem nem olhar para trás, com peso zero na consciência.

Amizade é meio que como uma planta, tem que cuidar para ela crescer. Tudo demais mata a coitadinha. Principalmente se a coisa não é muito positiva. Então use o que tenho para dar, mas com moderação.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s