Manual de Instruções – USO DO CELULAR

Reconheço ser chata com algumas coisas. Ok, várias coisas. Então decidi escrever um post básico sobre “como se comportar em relação ao uso do celular”. E venho aqui compartilhar minha sapienza com vocês. Ah sim, se você tiver outros itens que caibam aqui, por favor, mande por email ou posta aí embaixo! É assim ó:

Acho terrível quem fica ligando insistentemente no celular e não deixa recado. Com amigos tenho a liberdade de dizer que isto me irrita, mas desencanei. Penso o seguinte: se for importante a pessoa fala! Bom, eu falo! Não deixo recado também assim: “preciso URGENTE falar com você”, sem dar idéia do que se trata. Dou a dica, deixo o rastro. E ligo apenas UMA VEZ! Não deixo o recado após 247 ligações. Já parou para pensar que a pessoa não pode atender? OU pior, que ela NÃO QUER ATENDER? Então, pode ser isto… Resumo: ligue apenas uma vez, e deixe um recado breve, com todas as informações possíveis! Grata!

Também não gosto quando lojas ligam para te falar sobre “a promoção que vai iniciar”, ou “chegou a coleção nova, dá uma passadinha aqui”. Pessoas de Marketing, vejam isto, por favor! Não sei qual o turnover da coisa, mas se depender de mim, é baixo. Meio que coloco numa lista negra o nome da loja que me liga. Vai para o fim da fila. Pediu para sair. Ponto.

Acho insuportável também lojas que mandam SMS para falar das promoções imperdíveis. Não gastem estes centavos à toa comigo, queridos. Eu não valho a pena. Leia o parágrafo acima e saiba que você foi para o fim da minha lista.

Acho também bem constrangedor pessoas que falam ao celular assuntos particularíssimos e não se dão conta que não estão em suas casas, trancadas dentro do banheiro com paredes à prova de som. Tem coisas que simplesmente não interessam ao mundo. Não sei o que é pior: ouvir namoros via celular ou brigas com xingamentos. Já ouvi gente brigando dentro de ônibus, é BEM chato para quem está ali com você e não pode se retirar, ainda mais se a viagem durará, ao menos, 6 horas. Lembre-se: as pessoas estão ouvindo, e mesmo que você não se importe, ELAS podem se importar. Admito: eu me importo. Não gosto. E só não me afasto porque não dá!

Celular agora tem também TV ou possibilidade de acesso a vídeos. Outro dia fui jantar na padoca e a mesa ao lado da minha estava vendo videocassetadas no aparelho de alguém. Usaram o porta-papel (não sei o nome daquilo) como aparato e ficaram assistindo às piadas. Sem fone de ouvido. O som, para quem está longe, é ruim: chiado, cheio de sons agressivos. Tive que segurar o garfo várias vezes com mais força que o necessário e exercer um autocontrole que não sabia possuir. Eles sairam ilesos e felizes. Eu nem tanto, mas não houve vítimas no local. Apenas eu.

Ah sim, para quem não sabe, na região da avenida Paulista é conhecida a gangue da bicicleta. Os marginaizinhos passam de bike voando e tomam o celular da sua mão. Eu nunca tive celular roubado ali, mas também não uso. Já vi os pilantras aprontando, e à luz do dia. Me pergunto o que ocorrerá se um dia alguém derrubá-los da bike. Sei não, mas não pode sair coisa boa daí…

Por último, peço o seguinte: saiba que tem gente que julga os outros pelo toque de celular que você usa. E repare: quanto mais alto o toque, pior a música. Já percebeu isto? Eu já, e infelizmente, na prática. O que fazer então? OU se assuma como seguidor de Noelma (acho que é este o nome da moça) e Kaoma (confesso, adoro) ou abaixe o volume. Ou use a função vibracall. Qualquer celular tem isto hoje, e te poupa constrangimentos alheios. Ou então se joga! BEM JOGADO! ASSUMA! E saia dançando no ritmo quando seu celular tocar. É mais digno.

PS – este texto era infitamente maior… deixei espaço para os leitores postarem aqui o que irrita neles o mau uso do celular (estratégia de Marketing). Beijos gente!

Anúncios

6 Comentários on “Manual de Instruções – USO DO CELULAR”

  1. Analice disse:

    Hahahahaha sair dançando Kaoma…já imaginei a cena….”chooorando se foi, quem um dia só meu fez choraaar…”. E nossa, eu não sabia dessa gangue de bicicletas…sempre andei com o celular na mão na Paulista….Medo! Adorei o texto! Beijos

    • Karina Karina disse:

      eles atuavam no centro e se “mudaram” para cá. Conheço duas pessoas roubadas, e isto durante o dia!

      todo o cuidado é pouco, né?

      e Kaoma, olha, todos trollam, mas na hora de dançar louca pela sala é o que há!

      beijos

  2. disse:

    hahaha! adorei a estratégia de mkt ^^

    participo de todas as campanhas e eventos “Doe um fone a um funkeiro!!”, pode ser pagodeiros e afins… DETESTOOOOO todos! francamente, muita falta de bom senso, não?

    olha… confesso, não ouço nenhum recado deixado no meu cel, até que acho saudável até 2 ou 3 ligações perdidas, mais que isso irrita –> sugiro mandar SMS… é tão mais prático =)

    apesar que as operadoras ultimamente não estão aguentando a demanda de SMS e não estão entregando os mais importantes… OS MEUS!!! but… comigo é o que funciona bem

    beijos beijos beijos!

    • Karina Karina disse:

      já passei por isto de não ter SMS entregue… aliás, minto: foi entregue, 2 dias depois! Então tem hora que só falando mesmo…

      e a coisa do fone (ou da falta dele): SÓ QUEM JÁ PASSOU POR ISTO SABE DO QUE ESTOU FALANDO!

      beijos beijos beijos e melhoras!

  3. Karina…
    a melhor estratégia de uso do celular é: NÃO USE!
    bj.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s