Relacionamentos M35rdas

Conheço várias pessoas que insistem em se submeter a relacionamentos destrutivos. Sei que é muito fácil falar estando fora da situação, mas é dolorido ver as cenas. Principalmente por que você sabe que em algum momento da vida você esteve no lugar da pessoa, alimentando algo que já morreu faz tempo, ou pior, se nunca esteve um dia estará. Infelizmente a estatística não é favorável a você neste momento.

Conheço pessoas lindas, bom coração, prestativas, o tipo de companhia agradável sabe? Pessoas de confiança, que te ajudam na hora e lugar que for. E estas pessoas aceitam seus relacionamentos horrorosos. Como eu sei? Bom, a partir do momento em que o parceiro da pessoa a agride verbalmente, a desvaloriza, põe para baixo, torce contra, enfim, que nome você daria para isto? Eu digo sabotagem. E das brabas.

Ciúme não é álibi. Se a pessoa te xinga ou agride ou se descontrola ou qualquer coisa que seja e diz que é por que é ciumento, me desculpe, mas ele é doente. E doente procura ajuda. Simples! Agora, se ele sempre faz o que quer, não te dá satisfação, tem “a vida dele” e você sequer imagina o que ele está fazendo (pode ser desde comendo pastel na feira a comprando flores no Ceasa, ou jogando poquer ou indo em bailes da Terceira Idade), novamente desculpe-me, mas vocês não estão juntos. Manter sua individualidade quando você está em um relacionamento não é necessário, é saudável e vital. Não saber o que ele faz da vida e nem ele saber da sua… bom, há um vazio entre vocês… só tem que ver se é do tamanho do Grand Canyon.

Se tudo é sempre do jeito dele, como e quando e se ele quer, bom, veja se é isto que você quer para sua vida. Não ter voz ativa. Se isto te satisfaz, ótimo! E que pena, por que posso não te conhecer, mas sei de antemão que você mereceria mais.

Você está sozinha e ele é o que te apareceu na vida. Carência é uma merda. Tenho medo de duas coisas na vida: drogas e carência. Por que ambas te transformam em algo pior do que você é. E por estar sozinha-carente você o aceita. “Eu não estou com ninguém mesmo né? E ele não é tão ruim assim.” Por carência a gente abaixa nossa nota de corte para quase zero, isto se não for negativo. Aceitamos coisas que JAMAIS aceitaríamos em condições normais. Nem bêbados pós-vômito você aceitaria aquele ser, mas a carência fica lá sussurando no seu ouvido e você cai na sua lábia. Já entrei em roubadas dessas, você provavelmente também. Só que nosso anjo da guarda estava atento e uma hora nos libertou desta entidade das trevas. Precisamos sempre agradecer a eles por isto. E ficar atentos, por que os ruins sempre estão à espreita…

Uma amiga tinha um sonho de vida. Já casada, seguia o marido para que ele realizasse os sonhos dele. Ela adiou seus planos por uma década. Durante as brigas ele jogava pesado: falava baixinho que eles realizariam todos os sonhos dela! Deles! Juntos! Um dia ela se pegou fazendo janta para ele, enquanto ele jogava videogame na sala. Ali, naquele momento, ela viu: seu relacionamento não era o que ela queria. E pior, ele jamais abriria mão dos seus sonhos para seguir os dela. E ali ela decidiu. Decidiu-se. Por ela. Mal sabe ela como ela acertou, e os sonhos dela se realizarão. Eu sei! E por que sim!

Uma outra ficou anos em um “relacionamento miserável”. Palavras dela. E dela aprendi uma das frases mais valiosas que levo para mim nesta vida: “nunca mais quero estar em um relacionamento sozinha.” Nem eu, amiga. Nem eu.

Sei tudo o que mereço, e meus padrões são altos. Continuo com meus medos, mas estou alerta. Trabalho para me melhorar e me conhecer, para que eu não escorregue em casca de banana. E que eu sempre me lembre do que Tiarinha me ensinou: se algo acontece comigo é por que eu deixo. Eu permito isto.

Então, futuro-candidato, saiba que espero de você, no mínimo, o máximo. E que se for para você não me acrescentar nada de bom ou útil na vida, fique aí onde você está: bem longe de mim!

Anúncios

One Comment on “Relacionamentos M35rdas”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s