Estórias verídicas levemente modificadas…

1- Ana era filha única, passara dos 40. Toda a sua vida ela passou feriados, datas comemorativas, etc., na sua casa de praia em Ubatuba… Um ano seu pai quebrou o pé 3 dias antes do Carnaval. Então, pela primeira vez em décadas, ela veria como é a cidade de São Paulo nesta data. Ela viu pela janela da sala um bloco de rua passando e foi ver o que acontecia. Estava calor. Fevereiro, sabe? Ela parou um vendedor de água e pediu uma. Era $1, mas ela só tinha uma nota de $5. O vendedor não tinha troco. Depois de uns minutos procurando e quase desistindo da compra, um homem aparece e diz: “eu tenho troco”. Eles estão juntos até hoje e eu fui no casamento deles.

2- Mirela era filha do meio, mais velha e mais nova já casadas, e ela passando dos 30. Isto não era bom para quem vinha de cidade pequena, como ela. Após terminar a faculdade aos trancos e barrancos, ela foi morar com a irmã mais nova enquanto decidia o que fazer da vida. A depressão se instalou, então amigos e familiares se revezavam diariamente para tirá-la de casa. No dia da prima ficar com ela a prima ligou e disse: “na hora do almoço vamos na Livraria trocar o livro que ganhei de amigo secreto de fim de ano”. Mirela mal escovou os dentes, não penteou o cabelo e foi como dava. A depressão gritando. Lá, um moço a olhou. Ela achou que era engano. Na saída ele deixou um cartão na frente do livro que ela lia e disse: “se quiser, me liga”. Ela ligou. O filho deles já tem quase 5 anos.

3- O homem já tinha seus 40 anos, e nunca casara porque escolhera a carreira. Faltava algo em sua vida. Em uma viagem a Miami para um Congresso  – e não compras desvairadas – ele ouvi uma mulher gritando no saguão: “não tem alguém educado o suficiente para me ajudar com minhas malas?” Ele foi ajudar a moça. Tem 3 filhos adultos e um netinho recém-nascido.

4- O rompimento havia sido doloroso. Mentiras, dores, falcatruas, tudo junto e misturado. Ela decidiu tirar férias e foi andar pelo mundo, sem lenço, documento ou lugar certo para ficar. Se acalmou, se equilibrou, no limite do que dava. Um dia entrou na net em um chat. Começou a falar com um homem. Hoje eles tem 2 filhos juntos e moram na zona norte de São Paulo.

Estas são algumas das estórias VERÍDICAS que sei. E, acredite, eu conheço um dos protagonistas em cada uma destas estórias. Adaptei os nomes e alguns locais, mas 95% de tudo é absolutamente verdadeiro.

Por isto eu digo que não acredito em forçar situações, sabe? As coisas acontecem – ou não – na hora e locais certos. Se minha natureza é mais reclusa, não é indo para a balada de segunda a segunda que eu e ele nos encontraremos. E, digo mais, nos reconheceremos, por que sei que teremos uma estória que será modelo para outras pessoas. E alguém talvez um dia faça um texto como este e nos coloque lá, ainda que com pseudônimos bizarros.

Anúncios

9 Comentários on “Estórias verídicas levemente modificadas…”

  1. Analice disse:

    Aos prantos….sem mais.

  2. Gustavo Milnet disse:

    Maravilhosa essa postagem e a mais pura verdade!

    • karinakarina disse:

      Milnet, aposto que todo mundo conhece uma estória para por aqui… então é o que eu digo: quem quer algo sério tem que ter paciência, por que o que é nosso está guardado…

      e não adianta ficarmos tentando algo com quem não quer a gente…

      beijos beijos beijos

  3. Fa disse:

    Pois eh… otudo ta escrito! Nada tao peculiar qto as historias acima, mas eu e meu noivo tivemos um “affair” de dois meses. Pulei fora pq eu n queria nada com nada. Apos isso, nunca mais nos vimos por mais de 2 anos. Depois nos reencontramos, totalmente do nada. Na balada. Quer dizer… do nada nao… tudo ta escrito.

    • karinakarina disse:

      sua estória poderia ser o outro item… Eu conheço umas 10 estórias “do nada”, sabe? por isto eu digo que a gente – os solteiros que querem algo sério – não podemos perder as esperanças!
      beijossss


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s