"Eu não tenho forças…"

Uma amiga de uma amiga disse a frase acima a respeito de um relacionamento dela… Na ocasião, ela estava em um relacionamento que pode ser descrito em vários adjetivos, mas apenas um basta: ela não estava feliz!

Eu sei que é um tema batido e sim, tenho consciência de não ter gabarito suficiente para falar sobre o assunto. Exponho apenas minha opinião, baseada nas cicatrizes que eu acumulei durante a vida. Só que o tempo passa, conhecemos amigos e pessoas novas, olho ao lado independente de onde estiver e está ali: pessoas infelizes em seus relacionamentos!

Quem não tem, quer! Quem tem, bom, quem tem faz o melhor que pode! Solidão dá medo, às vezes fazemos coisas impensáveis quando alguém nos dá um pingo de atenção (atenção = migalha). A culpa é nossa até onde nos fazemos isto… mas isto penso depois…

Voltando à situação: a moça em questão estava há anos presa em um relacionamento que não a fazia feliz! Ela tinha consciência disto, ela sabia, ela SENTIA a infelicidade crescendo dentro dela… E óbvio que quem olha de fora fala: “Sai desta, é roubada! Sai desta, o cara não serve para você! Sai desta, vai ser feliz! O que é seu está guardado!” Um dia ela disse a frase: ela sabia de tudo, mas não tinha forças para se libertar daquilo…

Acredito em livre-arbítrio! Sei sim o quanto é difícil abrir mão de algo que você tem, mesmo que ruim. Já vivi o suficiente para saber que escolher é abrir mão, que existem coisas inexplicáveis na vida, que tudo sempre dá certo no final… Mas na prática, eu penso nesta frase às vezes… “Eu não tenho forças…”

A gente tem forças que nem sabe! A gente é muito, mas muito mais forte do que imagina! De vez em quando o mundo cai, e você sai correndo remediando… quando a poeira assenta é que você vê como foi capaz de fazer o que fez, como foi forte e lidou com a situação. Quando tem algum amigo ou pessoa querida precisando de algo, fazemos das tripas coração para ajudá-la e só sossegamos quando conseguimos… bom, eu sou assim…

Daí eu paro e penso nesta frase… Por que que às vezes, quando é conosco, a gente não tem forças?

PS – a estória ainda não acabou… mas, por agora, ela teve forças…

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s